Logo Prefeitura

Notícias

Com participação de crianças, novas árvores são plantadas em compensação ao BRT

O plantio de árvores para compensação dos vegetais que serão retirados por conta das obras do BRT em Salvador teve início na manhã desta terça-feira (17). A atividade contou com participação de 31 estudantes da Escola Municipal Luiz Anselmo, que plantaram mudas de ipê e pata-de-vaca em parte do canteiro da Via Expressa, próximo do acesso ao bairro da Soledade. A localidade receberá um total de 300 árvores nos próximos dias.
Outras 1700 árvores serão plantadas no entorno dos corredores segregados por onde vai circular o BRT, a exemplo da Avenida ACM, e também no Parque da Cidade. Com isso, Salvador ganhará duas mil novas árvores como forma de compensar a supressão de 154 vegetais para a implantação do novo modal de transporte. Na primeira etapa, o BRT, ônibus articulado com ar-condicionado, menos poluente e que vai circular em vias próprias, sem pegar tráfego, ligará o Parque da Cidade à região do Shopping da Bahia. O modal será 100% integrado ao metrô e aos ônibus comuns e, com a implantação de viadutos e elevados previstos nas obras, a mobilidade para quem anda de carro ou bicicleta também irá melhorar.
“O volume de árvores compensadas é fruto do Plano Diretor de Arborização Urbana de Salvador, de 2017. Antes disso, não existia regras claras sobre compensação. Do ponto de vista técnico, escolhemos esse período chuvoso para iniciar esse plantio. A chuva ajuda na adaptação das mudas plantadas”, destacou o titular da Secis, André Fraga, que acompanhou os alunos durante a ação de hoje na Via Expressa.
André Fraga explicou que ações sustentáveis do tipo acontecem na capital baiana desde 2013, quando a cidade passou a ser beneficiada com programas e projetos para preservação da Mata Atlântica, bioma regional. As ações de plantios de mudas na maioria das vezes têm contado com a participação popular. “Quando iniciamos o plantio de árvores na cidade, percebemos que, quanto mais engajássemos as pessoas, maior era a possibilidade de sucesso”, acrescentou o secretário.
Áreas públicas da cidade, como praças, parques, espaços de convivência e grandes canteiros costumam receber as mudas. Nos últimos cinco anos, a Prefeitura já plantou mais de 50 mil árvores na cidade. Todas as obras executadas pelo município levam em conta o paisagismo e o plantio de vegetais, a exemplo de intervenções executadas na própria Avenida ACM, na orla e em bairros periféricos.
Aprendizado – “Gostei muito quando a professora disse que íamos sair para plantar árvores. Quando a gente planta o mundo fica mais feliz”, disse a pequena Raquel Nunes, 7 anos, ao lado dos coleguinhas. Após se dividirem em grupos, as crianças da Escola Municipal Luiz Anselmo meteram a mão na massa. Ajudaram tanto no plantio quanto na rega.
Para a diretora da unidade, Cristina Souza, a ação serviu para inserir os alunos em um aprendizado prático sobre preservação ambiental: “Na escola fazemos essa ação teórica e prática também, mas aqui eles veem melhor como é esse funcionamento. Educá-los desde cedo é importante para que eles levem isso para a vida adulta e para os pais como multiplicadores dessa ação”, disse.

outras notícias